A IMPORTÂNCIA DA DIMENSÃO AFETIVA NA APRENDIZAGEM COM OLHARES DA NEUROPSICOPEDAGOGIA

Eliane de Jesus Pereira

O artigo procura abordar a importância das emoções por fazerem parte da evolução da espécie humana, do desenvolvimento da criança e do adolescente, constituindo parte essencial da aprendizagem humana. Sabemos que crianças sujeitas a variadas situações de estresse provocado pela escola relatam sofrer de problemas emocionais, como ansiedade, depressão, desmotivação, vulnerabilidade, baixa produtividade. Dimensões da neuropsicopedagogia vêm, por meio deste estudo, clarificar que estes agravantes podem interferir no rendimento escolar presente e futuro. As relações das emoções com as aprendizagens escolares são muito íntimas, daí a necessidade de explorar as suas implicações. É preciso buscar reiteradas reflexões que afirmam que, sem dispor de funções de autorregulação emocional, seres humanos só saberiam agir de forma impulsiva e desplanificada. Daí a importância de exaltar a função do cérebro humano, pois integra inúmeros e complexos processos neuronais de produção e de regulação das respostas emocionais. Stadinik (2004, p. 28-31.) nos mostra que a consciência afetiva é a forma pela qual o psiquismo emerge da vida orgânica correspondente às primeiras manifestações do ser humano. Neste estudo, faremos um percurso de revisão bibliográfica, que servirá posteriormente como base de apoio a trabalhos que estudem as cognições entrecruzando processos afetivos, verificando o impacto positivo desta abordagem.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Afetividade; Neuropsicopedagogia; Aprendizagem.

Baixar texto completo

PDF_ico.png