O OLHAR E A ESCUTA VOLTADO PARA AS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

Aurélia de Fátima de Araújo

Para ser professora de Educação Infantil deve se ter um olhar instrumentalizado e potencializado para perceber na escuta um “canal” que, se bem exercido, poderia dar voz e vez às crianças e aos bebês e mostrá-los como seres potentes, únicos e protagonistas do próprio aprendizado. Dessa forma, o objetivo desse artigo é refletir sobre o papel da Pedagogia da Escuta enquanto instrumento metodológico que colabora para o protagonismo infantil e que, inclusive, ajuda revelar a visão de infância do docente. A metodologia usada consiste em pesquisa bibliográfica, relato de algumas experiências vivenciadas, no “chão da escola”, enquanto aluna e professora de escola da rede pública da Prefeitura de São Paulo. Uma escuta a partir das demandas infantis e atuação junto aos bebês e crianças. O estudo permite concluir que é fundamental que esses atores não sejam marcados pela concepção de um “vir a ser”, que a escuta está implicada nessa dinâmica e é um ponto crucial nesse processo.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Crucial; Educação Infantil; Escuta.

Baixar texto completo

PDF_ico.png