REFLEXÕES PEDAGÓGICAS EM TEMPOS DE PANDEMIA:
CRESCIMENTO ESPIRITUAL – EDUCAÇÃO RELIGIOSA

Ana Lúcia Abib de Barros

Passando pela história da antropologia cristã e com embasamento de conceitos pedagógicos, psicológicos, teológicos vimos, neste estudo, propor uma reflexão espiritual chegando a abordar uma concepção de uma pedagogia para acompanhar o crescimento espiritual clarificando um caminho coerente entre fé e vida com enfoque testemunhal e analisando as dificuldades mostrando soluções harmoniosas para fazermos essa jornada interior de maneira equilibrada. Reflete-se sobre os conceitos abordados no sentido mais humano da palavra do que no sentido acadêmico. Acredita-se que a educação é fundamental nesse processo de transformação para uma jornada interior, mas sem a comunhão de todos: Deus, os seres humanos e a natureza não vamos conseguir avanços significativos; assim, nesta perspectiva, mostramos as dificuldades neste caminhar, e a solução que é a vida em comunhão com todos. A nossa história começa a partir da criação do homem por Deus a sua imagem e semelhança, gerando, assim, um elo de relação especial e único. À luz desta relação com Deus vamos iniciar a jornada interior privilegiados pelo amor profundo e em comunhão com o Pai, que é filho e Espírito Santo. Estamos propondo uma educação espiritual determinada pelos verbos voltar, clarificar, fundamentar e recuperar onde falaremos de prevenção e de recuperação como ações presentes e necessárias em cada etapa da vida e de preservação como finalidade do caminhar harmonioso. A abordagem bibliográfica visa a estimular o indivíduo em sua totalidade, valorando o diálogo entre os saberes com metodologia voltada ao testemunho e fortalecida pela energia amor. Analisa-se documentos antropológicos, psicológicos, teológicos, pedagógicos de forma interdisciplinar e mostrando a sua valia embasando teoricamente o subjetivo místico de cada ser humano em sua caminhada única para o seu encontro com Deus. Ouvindo leigos, adolescentes e adultos que relatam as dificuldades em iniciar esta jornada espiritual, mas que é importante e real sendo viável nos dias de hoje e sempre. Considera-se que é preciso estar sempre se preparando de forma contínua e determinada e com o envolvimento compromissado em todas as relações: do indivíduo com ele mesmo, com o outro, com a natureza e com Deus e com todos os setores da sociedade sem modismo ou interesses próprios. O caminhar espiritual tem uma identidade própria onde deve existir o diálogo com todos os saberes e o respeito para uma vida comunitária saudável.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Pedagogia espiritual; Jornada interior; Amor; Relações dialógicas; Harmonia; Preservação; Fé; Ensino religioso.

Baixar texto completo

PDF_ico.png