CONTRIBUIÇÕES DE EMÍLIA FERREIRO NA ALFABETIZAÇÃO INFANTIL

Regina Mara Curtolo Belem

Maria de Fátima de Sousa

Hoje no Brasil encontramos muitas dificuldades em relação a educação, entre elas o fracasso escolar, famílias ausentes, escolas precárias, má formação dos professores e desvalorização de professor. Pensando em diminuir o alto índice de fracasso escolar, o professor alfabetizador deve ter em mente os processos de aquisição da língua escrita que a criança passa, saber diagnosticar as hipóteses que cada aluno se encontra e construir ambientes que motivem e estimulem as crianças, pois o confronto do tradicionalismo com o construtivismo, fez com que Emília Ferreiro(1980), por meio de suas pesquisas, conseguisse mostrar que as crianças são capazes de construir diferentes idéias, resolver problemas e elaborar soluções. O erro da criança é sempre valorizado, pois o professor consegue diagnosticar em que fase a criança se encontra e o que deve ser proposto de atividade. O uso da cartilha passou a ser repensado pois era priorizado a memorização, a cópia, as crianças não tinham permissão de pensar, existiam vários textos sem sentido, que não agregavam nenhum valor para a criança. Foi a partir de Emília Ferreiro(1980), e outros estudiosos que o Brasil passou a valorizar a educação, diminuindo o nível de fracasso escolar existente.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Baixar texto completo

PDF_ico.png