AS EMOÇÕES NOS ADOLESCENTES

Gisele Saviani

O conhecimento da forma e do funcionamento de áreas específicas do cérebro sempre foi motivo de investigação na ciência para se compreender uma característica peculiar da espécie humana: o pensamento. A palavra emoção deriva do latim movere, mover, ou seja, colocar em movimento. As emoções motivam todas as escolhas importantes que fazemos, ou seja, resumidamente, as pessoas desejam ser felizes. Transformações de carácter físico; social (mudanças na relação com os pais, amigos, sexo oposto); e psíquico (mudanças ao nível cognitivo e no modo de se ver a si próprio. Segundo a Organização Mundial de saúde (OMS), a adolescência é uma fase do desenvolvimento humano que tem início aos 11 anos, porém o término desta nos dias de hoje, é considerado incerto. Pode ser entendida como uma construção histórica, bem como social; porém durante a fase da puberdade, esta é caracterizada pelas transformações biológicas que levam à capacidade reprodutiva, e que certamente desempenha papel importante nesse processo. Sendo assim, o objetivo desse artigo é o de tratar o assunto emoções, bem como reconhecer que essas emoções estão dentro de nós e como conseguimos lidar com as mesmas, especialmente durante a juventude. Portanto, a fase da adolescência é tão desafiadora quanto prazerosa, e que deve ser vivida plenamente. É dever dos adultos que já passaram por essa fase tentar tolerar as mudanças, e estimular no caso dos pais a autonomia dos filhos, além de fornecer informações sobre as consequências de seus comportamentos e, principalmente, se dedicar à construção de vínculos fortes com eles. A função dos professores é o de também estabelecer um intercâmbio com os pais ou responsáveis, e com isso ajudar os adolescentes a conseguirem enfrentar essa fase conflituosa, que é a adolescência. Lembrando que novos comportamentos emocionais são adquiridos de forma contínua durante a vida e que são somados com os anteriores. Dessa forma possibilita que nos adaptemos a quaisquer circunstâncias em que vivemos. Tal situação ocorre porque as respostas emocionais estão ligadas não só ao passado evolucionista, mas também ao passado pessoal e ao presente que ditará o futuro.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Baixar texto completo

PDF_ico.png