A REGRA É CLARA: O LÚDICO NÃO É SÓ BRINCADEIRA

Marialva Giannini de Mello

O artigo objetiva apresentar como as brincadeiras coletivas contribuem para o desenvolvimento psicológico e para a aquisição de habilidades e competências necessárias para o processo de aprendizagem infantil. A etapa da Educação Infantil é o período em que as brincadeiras e os jogos são utilizados como estratégias de ensino, porém podem ser úteis em todas as etapas e disciplinas do currículo escolar. As teorias pedagógicas e psicológicas sobre o desenvolvimento infantil possibilitaram mudanças não somente nas políticas públicas educacionais, como também no modo como encaramos as brincadeiras e jogos infantis. Mais do que desenvolver a criatividade e a socialização, é por meio dos jogos mediados pelo professor que as possibilidades de aprendizado de diferentes componentes do currículo escolar podem ser plenamente absorvidas pelos alunos.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Baixar texto completo

PDF_ico.png