A PARTICIPAÇÂO DA NEUROPEDAGOGIA NA ESCOLA

Suzany Pepicelli

O desafio da educação é desenvolver o ser criativo que existe em cada criança e
adolescente a fim de prepará-los para desempenhar seu papel de cidadãos. Para
que essa intenção se processe devidamente, precisamos contar com um leque
grande de profissionais como psicólogos, neurologistas, fonoaudiólogos e
professores, que estejam dispostos e preparados para se submeterem diariamente
às exigências e pressões que este processo exige. Diariamente ele se depara com
diversos desafios, entre eles podemos destacar: déficit de atenção, violência e
necessidades especiais, como autismo, Síndrome de Down, baixa visão, baixas ou
altas habilidades e outros. Com a convivência contínua, ele pode detectar bem cedo
os alunos com deficiências e, assim, lidar melhor com eles. Diariamente ele se
depara com diversos desafios, entre eles podemos destacar: déficit de atenção,
violência e necessidades especiais, como autismo, síndrome de Down, baixa visão,
baixas ou altas habilidades e outros. Com a convivência contínua, ele pode detectar
bem cedo os alunos com deficiências e, assim, lidar melhor com eles.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Baixar texto completo

PDF_ico.png