O DIREITO DE BRINCAR DAS CRIANÇAS

Andréia Fernandes Lapo

Brincar é fundamental para todos os aspectos do desenvolvimento infantil e é um componente-chave na preservação da comunidade e da cultura, no sentido mais amplo. Brincar é valioso no exercício físico e no crescimento das crianças e no desenvolvimento de suas habilidades motoras. Crianças brincando juntas apresentam ricas oportunidades para o desenvolvimento social, moral e emocional e, portanto, para o desenvolvimento de sua personalidade e capacidade de lidar com o estresse e os conflitos. É no jogo livre que as crianças aprendem a compreender e cooperar com os outros. A natureza da brincadeira é que ela é iniciada e controlada pelas crianças e esse elemento, e a competência social resultante, tem sido criticamente vinculado ao desenvolvimento de resiliência em crianças e jovens em risco.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Brincadeira; Desenvolvimento Infantil; Habilidades Motoras.

Baixar texto completo

PDF_ico.png