Jocileide da Silva Navarro

RESUMO:

O presente artigo pretende verificar maneiras de colaborar com o processo de ensino e aprendizagem da arte na educação infantil. Objetiva-se analisar na fundamentação teórica, contribuições que possam contribuir no dia-a-dia de todos os envolvidos no cotidiano escolar e facilitar as aprendizagens das crianças. Descobrir a melhor maneira de conduzir os processos, quais linguagens a serem utilizadas e de que forma. A pesquisa tem caráter qualitativo, foi fundamentada principalmente nas contribuições de Gandini (2012), Sebastiane (2003), entre outros, que investigam e contribuem sobre os aspectos do assunto estudado. Pois desde a infância, na escola, na família e em outros espaços de convivência, a criança aprende fazendo, construindo, olhando, observando, ressignificando sua realidade. O estudo confirma que os espaços quando montados ou organizados com intencionalidade enriquece a prática diária, trazendo diversidade de materiais, vivências e aprendizagens. Os dados de pesquisa apontam que por meio do diálogo, capacitação de educadores, planejamento de novos espaços para a exploração das crianças é possível uma melhor qualidade nas

Palavras-Chave: 

Vivências; Interação; Materiais; Espaços; Intencionalidade.

Baixar texto completo

PDF_ico.png