NEUROEDUCAÇÃO: DESAFIOS E POSSIBILIDADES PARA A EDUCAÇÃO CONTEMPORÂNEA

Larissa Cordeiro da Silva

RESUMO:


O presente artigo científico tem como fundamento o estudo e a compreensão acerca da Neuroeducação, que concatenada à área educacional pode proporcionar novas perspectivas, para que educadores possam vislumbrar novas caminhos em relação às questões de ensino-aprendizagem. Deste modo, coloca-se como desafio os saberes postos pelos estudos erigidos e divulgados anualmente pelas Neurociências, que trazem em seu bojo novas discussões sobre o funcionamento do cérebro humano, seus limites, capacidades e habilidades; bem como, os meios pelos quais todos os indivíduos podem buscar potencializar-se continuamente, a fim de que possam aprender mais e melhor. Com isso, este projeto de pesquisa tem como objetivo principal verificar e analisar por meio de pesquisa bibliográfica, alguns autores que se dispuseram a investigar e a entender os processos de aprendizagem que o ser humano percorre do nascimento à velhice. Seguidamente, serão elencados assuntos ligados ao surgimento da Neurociência e sua posterior evolução a um de seus seguimentos, conhecidos, no hodierno, como Neuroeducação. Apresentar-se-á sucintamente um projeto da iniciativa privada (Método Supera), que tem como missão auxiliar pessoas de diversas faixas etárias, para que entendam melhor o modo pelo qual o seu cérebro funciona, a fim de que possam ampliar sua própria capacidade de aprendizagem.

Palavras-Chave: 

Neuroeducação; Neurociências; Educação.

Baixar texto completo

PDF_ico.png