A INCLUSÃO DOS DEFICIENTES INTELECTUAIS NO ENSINO REGULAR

Rosemeire Aparecida Furlan

RESUMO:

O presente artigo tem por escopo discutir questões referentes à contextualização da inclusão dos deficientes intelectuais no ensino regular. Este trabalho pretende mostrar a realidade da inclusão dos portadores de deficiência intelectual na educação. O estudo biográfico procura resgatar os diferentes momentos vivenciados, objetivando compreender os fatos que influenciaram na prática do cotidiano escolar e as conquistas alcançadas pelas pessoas que apresentam essas necessidades educacionais especiais. Para a construção teórica foram utilizados autores como Fácion; Mattos (2008), que retratam a inclusão escolar e suas implicações; Sampaio; Sampaio (2009), que contextualizam a educação inclusiva, Silva (2011). que salienta a inclusão de alunos com deficiência no sistema regular de ensino, entre outros. Três categorias de análise surgiram a partir dos aportes teóricos: a construção da educação inclusiva no Brasil; as concepções sobre a deficiência intelectual e a educação escolar dos deficientes intelectuais. Conclui-se que a inclusão é a oportunidade do aluno com deficiência intelectual se, pois o princípio fundamental da educação inclusiva é que todas as crianças tenham oportunidades de aprender – juntas.

Palavras-Chave: 

Educação; Deficiência intelectual; Ensino regular; Inclusão.

Baixar texto completo

PDF_ico.png