PRÁTICAS E SABERES NA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Alexandre Dias da Silva e Lima

O presente estudo teve como objetivo principal identificar os saberes que os professores possuem sobre as contribuições da importância da Educação Física na Educação Inclusiva. E como pode ser observado esse desenvolvimento escolar relacionando-os com os conteúdos escolares. Visto que os alunos gostam das aulas de Educação Física, que as atividades práticas corporais desenvolvidas durante às aulas auxiliam no desenvolvimento e aprendizagem dos conteúdos escolares e na melhoria do desenvolvimento físico e intelectual dos alunos com deficiência física. É possível que haja uma certa resistência em relação à inclusão, por parte, tanto da família e do próprio aluno com deficiência, quanto dos professores, por ser vista como sinônimo de inferioridade e incapacidade, quando no desenvolvimento global da criança houve carência de estímulos social, cultural e afetivo pode levá-los a uma subestimação de potencialidades e capacidades e consequentemente à não aceitação da sua limitação e da utilização dos recursos disponíveis. A desinformação sobre as crianças com deficiência por parte dos professores, pode causar uma certa insegurança e impossibilitar um trabalho eficaz. A inclusão só terá êxito com seu total engajamento profissional, pois este deve aceitar e entender como se dá o processo de aprendizagem destes alunos. Acreditamos que a falta de formação aos professores quanto aos programas específicos existentes, é outro fator que dificulta o processo de inclusão. A intenção desta pesquisa é demonstrar que se os educadores forem informados sobre as práticas e saberes para uma educação inclusiva eficiente e eficaz e for tratado nos primeiros anos de vida escolar, pode se ter à garantia do desenvolvimento destes alunos por completo.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Práticas; Saberes; Formação.

Baixar texto completo

PDF_ico.png