A ORALIDADE NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Talita Alves Silva

RESUMO:

O presente artigo busca identificar meios e suportes para promover um percurso que ultrapassa a mera descoberta do alfabeto à leitura fluente e significativa, adotando, a partir da elaboração de diferentes propostas didáticas, alternativas para a construção significativa da oralidade nos anos iniciais de ensino fundamental. O viés teórico inclui os estudos sobre a oralidade e escrita Marcushi (2005); Koch (2011); sobre a oralidade, alfabetização, Belintane, (2013); Nanci (2013); Lima (2006); Mortatti 2000): além dos estudos recentes sobre o conceito de corporalidade (corpo e oralidade) defendidos por Belintane (2017). Busca-se analisar que o contexto de sala de aula, na qual se desenvolve formalmente o processo de aprendizagem da linguagem escrita, pode também proporcionar experiências escolares envolventes e efetivas nessa fase inicial de escolarização.

Palavras-Chave: 

Oralidade; Leitura; Ensino Fundamental I.

Baixar texto completo

PDF_ico.png