RELAÇÃO PROFESSOR - ALUNO NO ENSINO APRENDIZAGEM

Alexandre Dias da Silva e Lima

RESUMO:

Este artigo aborda primeiramente a problemática profissional do professor no ensino regular, quanto à afirmação de sua identidade e as condições do exercício profissional resultantes de uma ausência de uma formação inicial e continuada que sele a capacidade autodidata do professor, constatada como insuficiente frente ao novo modelo de sociedade e seus paradigmas emergentes. Considerando as interfaces subjacentes a essa discussão, retoma-se a importância da Universidade em investir na formação continuada calcada no ensino, pesquisa e extensão, conforme as metas e objetivos do projeto pedagógico. E também levanta a discussão em torno da importância das relações interpessoais entre professores e alunos no processo ensino-aprendizagem, ressaltando o contexto afetivo e emocional na interação em sala de aula. Diante dos desafios contemporâneos da profissão de professor, convém uma prática reflexiva tanto da dimensão pessoal quanto da dimensão social, pois nas profissões que lidam diretamente com pessoas é preciso aceitar que haverá fracassos, mas que o professor, como ator social insubstituível da relação pedagógica, conta acima de tudo consigo mesmo e, assim sendo, precisa constantemente se auto avaliar. Acreditamos que na relação professor e aluno, deve existir o diálogo, é muito importante para sabermos o porquê das angústias desses alunos e o que se passa nas suas mentes. E os educadores devem também prestar mais atenção nos sinais, nos comportamentos estranhos, e intervir sempre que for necessário.

Palavras-Chave: 

Prática Docente; Relação Professor-Aluno; Ensino Aprendizagem.

Baixar texto completo

PDF_ico.png