O USO DA TAXONOMIA DE BLOOM PARA A DEFINIÇÃO DOS OBJETIVOS INSTRUCIONAIS NO ENSINO SUPERIOR

Catia Catarina de Lima Barreto

RESUMO:

Um dos desafios enfrentados pelos docentes de instituições de ensino de nível superior é o de como conciliar a definição dos objetivos instrucionais de suas respectivas disciplinas com o alinhamento de conhecimento de suas turmas para um desempenho satisfatório no IGC (Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição), do Conceito ENADE e do CPC (Conceito Preliminar de Curso), indicadores utilizados pelo MEC (Ministério da Educação). Esse artigo tem por objetivo apresentar a Taxonomia de Bloom como ferramenta integrada para a definição de objetivos instrucionais e de alinhamento de sistemática de avaliação de desempenho dos estudantes do ensino de nível superior.

Palavras-Chave: 

Taxonomia de Bloom; Objetivos Instrucionais; Desempenho Instituições de Ensino Superior.

Baixar texto completo

PDF_ico.png