O PAPEL DO EDUCADOR EM RELAÇÃO À CRIANÇA COM DISLEXIA

Camila Pereira Victor

Este artigo pretende abordar a temática do papel do professor no processo de aquisição da leitura e da escrita do aluno disléxico. Podemos observar que alguns professores têm um conceito errado em relação ao problema apresentado pelo aluno disléxico, considerando-o relapso, desatento e sem vontade de aprender. Isso faz com que o aluno se sinta incapaz, sem motivação, leva-o a ter reações rebeldes e até mesmo pode despertar um quadro de depressão. Muitos educadores não sabem como agir em relação ao aluno disléxico e ficam perdidos, sem saber como ajudá-lo a avançar na aprendizagem. Alguns professores não têm clareza do seu papel e outros não cogitam a hipótese de o aluno ser avaliado por um Psicopedagogo ou por uma equipe Multidisciplinar. Para realização deste estudo, a metodologia de pesquisa utilizada foi a do tipo bibliográfica. Podemos perceber que o educador precisa ter um olhar atento e observar constantemente o aluno, buscando formas de avançar no desenvolvimento das crianças no processo de aquisição da leitura e da escrita, a fim de levantar possíveis casos de dislexia, havendo, assim, o encaminhamento para a realização de diagnóstico e, posteriormente, a intervenção e o tratamento adequados a cada situação específica, por parte do Psicopedagogo.

RESUMO:

Dislexia; Distúrbio; Aprendizagem.

Palavras-Chave: 

Baixar texto completo

PDF_ico.png