A FUNÇÃO DA DUPLA GESTORA: (GESTÃO E COORDENAÇÃO) - UM OLHAR DO (PEDAGOGO GESTOR) FACE AO (TRABALHO COLETIVO) DO (PEDAGOGO COORDENADOR)

Denise dos Santos Barros Manhaes, Hildeci de Souza Dantas

Resumo

O artigo em pauta tem como seu principal objeto de estudo discutir a função da dupla gestora pelo olhar do (pedagogo gestor) face ao trabalho coletivo do (pedagogo coordenador). A pesquisa contou com uma análise do tipo bibliográfica pelo viés da abordagem qualitativa no sentido de respaldar a necessidade de um olhar mais (desafiador e inovador) ante a (dupla gestora) em relação ao (agir-formação) e o (fazer-atuação). Isto é, enquanto (formação e atuação). E como tal, uma vez que sendo (pedagogo) poderá atuar em (uma) e/ou (outra) função, a saber: pedagogo gestor (direção escolar ou gestor escolar) e pedagogo coordenador (coordenação escolar ou gestor coordenador). A pergunta principal que direcionou o norte da pesquisa se deu pelo simples fato de existir a função: gestão e coordenação (ante) ao primor do (agir) e do (fazer) da profissão. Sobretudo, profissão esta que geriu outros saberes advindo da ciência da educação como um todo, a citar: a (pedagogia) e suas (vertentes) do (saber fazer), (saber como fazer) e (saber ser) ante as (competências-chave) dessa (dupla gestora) na condição de: (antes) formação e (depois) atuação. Por outro lado, a questão norteadora se deu a partir do entendimento da seguinte pergunta-chave: Por que essa dupla gestora (gestão e coordenação) pode atuar em conjunto sem desmerecer ou denegrir a imagem uma da outra? Bem como a pergunta-chave: Qual seria o papel real da dupla gestora no contexto ensino-aprendizagem? O enfoque neste trabalho se traduz à luz das competências-chave da gestão – (foco de trabalho) – dessa dupla jornada em formação e atuação. Sobretudo, os autores que foram de extrema importância nessa discussão estão entre: (ALARCÃO, 2008); (ALMEIDA % ARAÚJO, 2015); (BEBER, 2013); (MACEDO, 1995); (MELLO, 2014), (PEREZ, 2018); (SAMPAIO, 2004); (TRIVIÑOS, 1987). Assim sendo, o artigo tomou novos rumos a partir do entendimento de que essa dupla gestora (existe) no rol das escolas atuais e (pode) continuar a (existir) fazendo o seu (duplo trabalho-coletivo) no sentido de (avançar) para melhores resultados pelo vértice do processo de ensinagem – (ensino-aprendizagem) como um todo.

Palavras-Chave: 

Dupla Gestora e Trabalho Coletivo; Pedagogo Gestor e Pedagogo Coordenador; Prática Pedagógica e Prática Educativa; Competências-Chave de Gestão e Coordenação.

PDF_ico.png