PROTAGONISMO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Maria do Socorro Evangelista Tavares

Este artigo aponta os principais resultados de uma pesquisa, que teve como fio condutor o protagonismo infantil, desafios éticos e metodológicos no desenvolvimento de pesquisa com a participação de crianças da Educação Infantil, compreendendo a criança como ator social, historicamente situado, que nas interações com seus pares e com o contexto social produz cultura. Destaca- se a necessidade do professor estar constantemente, buscando estratégias éticas e metodológicas que possibilitem compreender o modo como as crianças narram, significam e recriam suas experiências junto aos pares proporcionando visibilidade às culturas da infância, produzidas pelas diferentes formas de protagonismos infantis. Foi constatado por meio do estudo que a proposta pedagógica da escola dá ênfase ao Protagonismo Infantil das crianças. Sendo assim, as crianças são coadjuvantes do seu ensino e de sua aprendizagem, uma vez que os projetos que norteiam os planejamentos emergentes dos professores surgem a partir das diferentes manifestações apresentadas pelas crianças por meio de situações lúdicas, nas quais elas apresentam os seus interesses e necessidades frente aos assuntos que as cercam. O planejamento flexível dos professores é decorrente de documentações pedagógicas que eles realizam diariamente, permeado pela escuta sensível, por meio das quais os professores conseguem registrar a evolução e processo de aprendizagem das crianças, bem como avaliam suas práticas pedagógicas. A estratégia de ensino utilizada pelos professores como estimuladora do Protagonismo Infantil é a organização de espaços pedagógicos dentro das salas de aulas. Apesar destes espaços serem restritos, eles são significativos para as crianças, isto porque eles foram construídos juntamente com elas e podem ser explorados por elas a qualquer momento do dia. Neste contexto, torna-se fundamental que os sujeitos envolvidos tomem para si as rédeas do processo de busca de soluções para a melhoria de sua qualidade de vida, utilizando-se para isso do potencial e das peculiaridades da comunidade a qual pertencem. O artigo busca também valorizar o papel do sistema escolar nesse processo, de forma a propiciar ações como: despertar, desenvolver e consolidar essa consciência nesses sujeitos.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Protagonismo infantil; Proposta pedagógica; Coadjuvantes.

Baixar texto completo

PDF_ico.png