A VIOLÊNCIA E AGRESSIVIDADE NOS ADOLESCENTES

Edilamar Caonetto

A agressividade faz parte do instinto de todas as espécies, prova disso são os animais que quando ameaçados se comportam de forma agressiva como um meio de defesa ou de sobrevivência. A adolescência é o período da vida que se situa entre a infância e a idade adulta, inicia-se com as transformações da puberdade e termina com a entrada na vida adulta não estando o seu final claramente definido. A violência, em suas inúmeras modalidades e expressões, vêm se tornando, em anos recentes, um dos problemas que mais angústia esta sociedade, quer seja devido à divulgação de fatos do cotidiano ou dados estatísticos, ou a uma sensação difusa de insegurança e desconfiança que se propaga. O contexto em que a criança está inserida, seja na família, na escola ou em qualquer instância da sociedade, tem influência no comportamento agressivo da criança. As manifestações de agressividade com a qual a criança convive contribuem de forma acentuada para a reprodução desses comportamentos aprendidos na escola o local no qual ocorrem inúmeras manifestações de agressividade. Esses comportamentos agressivos apresentados na escola são decorrentes de uma repetição dos padrões de comportamento das relações familiares e que o ambiente escolar, a mídia, a televisão e o videogame também podem influenciar na conduta agressiva. Assim o adolescente precisa ser reconhecido como alguém que existe e tem importância na sociedade, pois enquanto este for enxergado apenas como um ser problemático, o mesmo será excluído dentro da sociedade e não ocorrerá a transformação social. Portanto, apenas a partir de lutas por mudanças nos sistemas econômico, político e jurídico e com a melhora na distribuição de renda em conjunto com uma boa educação familiar e nas escolas é que o problema da agressividade e da violência como consequência poderão diminuir.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Adolescentes; Violência; Agressividade; Educação; Família.

Baixar texto completo

PDF_ico.png